Cor do cabelo não tem a ver com música

Pintar o cabelo de outras cores não necessariamente quer dizer que a pessoa gosta de um estilo de música


Hoje em dia é assim: basta você aparecer com o cabelo pintado de uma cor diferente que logo vão pensando ou dizendo que você é roqueiro, emo, ou qualquer outra coisa relativa a música.

Tudo bem que antigamente essa coisa de pintar cabelo acabou surgindo e ganhando identidade por conta da música, movimentos punk etc, mas esqueceram que hoje existem fatores muito mais fortes e que levam as pessoas a pintarem os cabelos que não tem nenhuma ligação com a música.


O mundo está mais colorido, vamos dizer assim, onde cada pessoa pode criar seu estilo sem ficar "fora de moda", algo que acontecia com muita frequência na década de 90.

Se você é um Geek/Nerd, sabe que os cabelos coloridos de personagens são um dos grandes ícones dessa cultura que agora não é parte só da minoria.

Games - Anime - Manga - HQ

Quando pintei meu cabelo de uma cor exótica pela primeira vez em meados de 1999, muitas pessoas acharam que eu era roqueira, drogada, ou qualquer outro ícone pré-fabricado da década de 80, quando não tinha nada a ver com isso na realidade.

Eu havia pintado o cabelo daquela cor, vermelho vivo no caso, porque estava jogando Metal Gear Solid, e gostava bastante da personagem Meryl, cujo cabelo era vermelho.

Eu tinha gostado muito da experiência de trocar de cor, então posteriormente pintei de várias cores diferentes, e nenhum dos motivos disso era musical.

O que eu quero dizer, é na mentalidade popular das pessoas mais velhas, uma pessoa com cabelo colorido é marginal ou drogado, quem sabe roqueiro que ainda sim hoje é ligado a "coisas ruins".
Talvez para alguns adolescentes esteja ligado a músicas emo. Resumindo, no final das contas tudo se resume a música e drogas.

Tire isso da cabeça

Se você nunca ouviu falar da cultura japonesa, é bom que saiba que lá é bem comum personagens com a cor de cabelo peculiar, isso faz parte do estilo.

Os games são considerados pra mim uma cultura (isso é um assunto pra outro post), embora no Brasil isso ainda não tenha sido divulgado para os mais conservadores e seja uma cultura nova, no Japão por exemplo isso é mais que comum. Sem contar os quadrinhos HQ´s, entre outros desenhos animados em todo o mundo.

Uma pessoa pode pintar o cabelo por pintar ora bolas, simplesmente "porque sim", "porque quer", e nada disso pode ter a ver com o que ela escuta ou o que ela faz. Não preciso nem mesmo dizer que isso é preconceito não é?

Uma pessoa pode usar a cor da camisa que quiser, e nem por isso você fica falando que ela faz parte de alguma sociedade. Pra mim, pintar a unha de azul, usar um sapato rosa, ou mudar a cor de cabelo pra roxo tem o mesmo significado. Se eu te perguntar: por que você vai calçar este tênis vermelho? O que você vai me responder?

É por aí que tem que ser o espírito da coisa. Eu não vou achar que só porque você botou piercing no umbigo,  ou pintou a unha de azul, quem sabe comprou uma camisa amarela, você é um drogado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário