Porque a série Resident Evil morreu?

Era uma vez um jogo de suspense, onde você estava numa mansão como policial para investigar algumas mortes, um incidente.

Parte do seu grupo é atacado por criaturas nervosas -- cães, com estranho comportamento, então tudo começa. Você procura documentos, chaves, resolve enigmas pra sair dali e encontrar a resposta. Uma vez ou outra você encontra zumbis, andando devagar, querendo devorar você, e inclusive um dos momentos épicos do jogo, é quando você vê o primeiro zumbi e aparece até um CG para apresentá-lo.


Uma das cenas mais marcantes de Resident Evil 1

A sala principal da mansão abandonada

Depois do grande sucesso do jogo, veio o Resident Evil 2, onde você assumia o controle de Leon ou Clarie. Até aí mantiveram os elementos do primeiro, inovando no gráfico, jogando a trama pra cidade de Racoon City e você nota que a dimensão da coisa mudou: antes uma casa, agora uma cidade inteira.

Mesmo assim, mantiveram o clima de suspense. Muito se passa dentro da estação de polícia RPD mantendo o clima do primeiro que era dentro da mansão. Os zumbis continuam andando devagar, burros, você passa por dificuldades pra encontrar balas, e pode jogar com os dois personagens vendo o jogo por uma perspectiva diferente.



Pouco depois lançaram o Resident Evil 3. Jill Valentine do primeiro, membra dos S.T.A.R.S. Algumas pessoas não gostaram do jogo, que já está um pouco diferente do primeiro e do segundo com mais ação e menos quebra-cabeça. Ainda sim, ele manteve a mesma jogabilidade, o mesmo estilo de jogo: enquadrado nos cenários com a tela parada, investigação do cenário, e o seu maior inimigo pé no saco, o Nemesis.

O Nemesis é um grandão que fica chamando por você o tempo todo "stars stars stars", seria um zumbi pouco inteligente não é? De qualquer forma isso é meio bobo, lembro que achei isso um tanto infantil na época. Só que ele aparece mais tarde no jogo com uma bazuca no ombro, se mostrando inteligentíssimo pra manejar uma. Outra coisa chata, é que o Nemesis não te deixa em paz.

Você o mata 30 vezes e ele reaparece, indo pro saco um pouco do clima de suspense, já que ele tem uma pose de bad boy e é porcamente explicado. Você se pergunta várias vezes "que porra é essa" sem conseguir entender e segue frustado.

Mesmo com tudo isso, o Resident Evil 3, mantém a mesma linha de jogo. Zumbis burros, embora inventaram outras criaturas super rápidas, tornando tudo um jogo de reflexo. O cenário ainda é a cidade só que você fica mais tempo na rua. Mata a saudade da RPD, entra um pouco na prefeitura revivendo o clima de mansão do primeiro e segundo.



Depois do 3 é que a coisa ficou feia. 

Cuidado com o Wolverine! 
A maioria massiva dos fãs da série, aqueles que acompanharam desde o início, odeiam o Resident Evil 4, 5...
Os zumbis deixaram de ser zumbis, ficaram super rápidos e "comprar balas e armas" agora era possível. O suspense foi reduzido a zero, e com a grande explosão de jogos como Left 4 Dead, a série Resident resolveu trilhar para o lado oposto daquilo o que sempre foi.

Eu confesso que se quero jogar um jogo de ação prefiro jogar Left 4 Dead. O Resident Evil 4 e 5 não só estragaram a trama  fazendo remendos bizarros na história, como foram alvo dos empresários que só queriam lucrar fazendo um jogo pop no estilo que estava lucrando na época.

Are you buying? Os "zumbis" não te matam?
Ver seus antigos heróis do primeiro e segundo novamente na série, dá um gás pra quem joga, e as produtoras sabem muito bem disso. Só que sair colocando Jill Valentine em qualquer jogo não resolve, estraga.

Algo que todas as pessoas dizem por aí e eu concordo é que como jogo cooperative, o Resident Evil 5 é muito bom e divertido, porém não deviam chamá-lo de "Resident Evil". Poderiam ter lançado um jogo totalmente diferente, só que carregar a marca da série dá muito mais dinheiro pro inocente que compra no saudosismo.

Agora cá pra nós:

Tudo o que foi lançado do Resident Evil após o 3 (talvez salvo o Code Veronica), foi horrível, inclusive os filmes, aqueles sim acabaram de enterrar qualquer coisa nova que eles pensam em lançar da franquia nos dias de hoje.

Agora pra você que discorda de tudo o que eu falei, deixo aqui as cenas "eletrizantes" de ação do novo Resident Evil : Operation Racoon City, com direito à morte do Leon -- que segundo eles não vale de nada na  história -- um jogo que promete ser tão bom quanto os filmes do Vin Diesel.




Nenhum comentário:

Postar um comentário